Imagens | 11/01/2018 ás 17:42


Eu moro num lugar tranquilo, nem passa carro, muito menos estacionam na frente da minha casa. Mas em compensação, quando eu trabalhava no centro de Catanduva-SP, eu deixava meu carro no estacionamento e pagava mensal. Gente do céu! Aquilo era um teste pra ver se eu merecia o céu ou não. Tinha dia que eu chegava no estacionamento e o problema começava com o portão. Sempre dava problema, era incrível! Daí a gente entrava estressada louca para ir pra casa e páh! Tinha um carro na minha frente e o meu estava preso atrás. Não foi uma nem duas vezes. Foram várias vezes que eu cheguei e meu carro estava lá atrás em cima da rampa. Só me helicópterizando eu conseguiria sair daquela vaga capirótica. Depois de algum tempo, algumas vezes horas o camarada (dono do carro) chegava e se desculpava, e eu com cara de “NÃO PRECISO FALAR NADA”, mas a culpa geralmente não era dos donos dos carros, e sim do manobrista que ia embora e esquecia dos carros mensalistas lá atrás.

Não preciso falar nada
Por Ana Paula

deixe um comentário

Atenção! Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores

Parceiros




RSS Feed

voltar ao topo